ter., 03 de ago. | Plataforma Zoom

Curso "Ressonâncias d'A mulher na escrita feminina de Clarice Lispector"

4 encontros de 1h30 às terças-feiras de Agosto, com Ayanne Sobral, Psicóloga, Doutoranda em Literatura e Cultura, Mestre em psicologia clínica, autora do livro "Quanto ao futuro: do feminino mais além do falo à escrita feminina em Clarice Lispector"
Curso "Ressonâncias d'A mulher na escrita feminina de Clarice Lispector"

Horário e local

03 de ago. 19:00
Plataforma Zoom

Sobre o evento

Curso "Ressonâncias d'A mulher na escrita feminina de Clarice Lispector"

Ministrado pela psicanalista, psicóloga, Mestre em psicologia clínica, autora do livro "Quanto ao futuro: do feminino mais além do falo à escrita feminina em Clarice Lispector".

Quando: Terças-feiras

Mês: Agosto

Datas: 03, 10, 17 e 24 de agosto

Horário: 19:00 às 20:30

Ementa: A partir da noção de escrita feminina formulada por Lucia Castello Branco, buscaremos demonstrar como esse modo de escrever, que subverte o princípio fálico tanto da escrita tradicional quanto do mundo, é encontrado de maneira fecunda na obra de Clarice Lispector e pode oferecer avanços teóricos às noções psicanalíticas de feminino, aos seus desdobramentos na escuta clínica contemporânea e ao campo imaginário a partir do qual as mulheres se constituem como sujeitos.

Conteúdo programático

I. Prólogo

1.  O feminino em Freud e em Lacan

2.  Berta, Lou, Virgínias e Teresa

II. O feminino

1.  O feminino, ainda, em Perto do coração selvagem

2.  Clarice, Joana, Lídia e Irma

III. A escrita feminina

1.  A escrita e a letra em A paixão segundo G.H.

2.  Hélène, Lucia, Janair e G.H.

IV.  Epílogo

1.  A escrita feminina – mais, ainda – em A hora da estrela

2.  O feminino de ninguém e a quase mulher, quase-não-mulher que ex-iste

3.  Macabéa

Bibliografia

BRANCO, Lucia Castello. O que é escrita feminina. São Paulo: Brasiliense, 1991.

BRANCO, Lucia Castello. A traição de Penélope. São Paulo: Annablume, 1994.

BRANCO, Lucia Castello. Os absolutamente sós: Llansol, a letra e Lacan. Belo Horizonte: Autêntica, 2000.

BRANCO, Lucia Castello; BRANDÃO, Ruth Silviano. A mulher escrita. Rio de Janeiro: Lamparina Editora, 2004.

CIXOUS, Hélène. The newly born woman: theory and history of literature (1975). Book 24. University of Minessota Press, 1986.

CIXOUS, Hélène. Le rire de la méduse et outres ironies (1975). Paris: Galilée, 2010, p. 29.

FELMAN, Shoshana. What does a woman want?: Reading and sexual difference. Baltimore: The Johns Hopkins Press, 1993.

FREUD, Sigmund. Sexualidade feminina (1931). In: Obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Vol. XXI. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1996.

FREUD, Sigmund. Feminilidade (1933[1932]). In: Obras psicológicas completas de Sigmund Freud. Vol. XXII. Rio de Janeiro: Imago Editora, 1996.

LACAN, Jacques. O seminário sobre “A carta roubada” (1955). In: Escritos. Rio de Janeiro: Zahar, 1998.

LACAN, Jacques. Homenagem a Marguerite Duras pelo arrebatamento de Lol V. Stein (1965). In: Outros escritos. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

LACAN, Jacques. Seminário, livro 20: mais, ainda (1972-73). 2ª Ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1985.

LISPECTOR, Clarice. Perto do coração selvagem (1943). Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

LISPECTOR, Clarice. A paixão segundo G.H. (1964). Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

LISPECTOR, Clarice. A hora da estrela (1977). 1ª Ed. Rio de Janeiro: Rocco, 2017.

WOOLF, Virginia. Um teto todo seu (1929). São Paulo: Tordesilhas, 2014.

WOOLF, Virginia. Profissões para mulheres e outros artigos feministas (1942). Porto Alegre, RS: L&PM, 2018.

Investimento: R$ 200,00

Pagamento pelo PagSeguro 

* Dividido 2x sem juros no cartão

VOCÊ PRECISA ESPERAR A DATA DO CARTÃO VIRAR? Fale com a gente e reserve sua vaga pelo e-mail matern@matern.com.br

OBSERVAÇÃO:

Os encontros serão gravados e ficarão disponíveis aos inscritos por um mês.

Ingressos
Preço
Qtd
Total
  • A mulher em Clarice
    R$200
    R$200
    0
    R$0
TotalR$0