Sobre o sono do bebê


Recebo com frequência mães que comentam que seus bebês que dormiam o tempo todo passam a dormir pouquíssimo perto de completar ou depois que completam 2 meses de vida. Essa realidade é muito comum. E por não saberem o motivo dessa repentina desregularização do sono ficam sem saber como lidar. Será que é fome? Será que está com gazes ou refluxo? Inúmeras perguntas surgem e poucas soluções. Alguns casos identificamos probleminhas orgânicos tratáveis, por isso é sempre importante comentar com o pediatra. Mas a maioria dos casos que acompanhei correspondia a algo bem mais simples: o bebê não sabia dormir sozinho! Ou melhor, eles não sabiam permanecer dormindo. Sabiam pegar no sono, e quando terminava o primeiro ciclo do sono, eles despertavam e não conseguiam voltar a dormir mais, mesmo quando ninados. Isso é muito comum. Os bebês não nascem sabendo dormir. Dormem muito no início pois ainda são muito novinhos, tudo é novo demais e exaure o bebê, que acaba caindo no sono. E permanecendo no sono. Quando começam a ficar mais espertos, mais atentos e interessados nos estímulos externos, esse sono prolongado se torna escasso e algumas vezes desaparece. Ele pode aprender a voltar a dormir sozinho? Dependendo do temperamento do bebê, pode sim acontecer, mas isso é uma regra! Em geral precisamos ensiná-lo a dormir, assim como ensinamos tantas outras coisas. E é possível? Sim, é totalmente possível, mas cada caso é um caso, e as formas de se fazer isso podem ser bem parecidas, mas na prática existem suas peculiaridades, pois cada bebê e cada família é única. Você vive essa realidade? Quer saber mais sobre como ajudar seu bebê a dormir melhor? Entra em contato!

#sonodobebê #maternidade #bebê